quarta-feira, 15 de julho de 2015

filho único


Ter só um filho em casa, é sinónimo de menos barulho. Há duas camas que não são desfeitas, mas de vez em quando há uma mãe sentada nelas a organizar os desenhos de dois meninos que estão num acampamento. O mais velho gosta de ser filho único por uma semana, mas volta e meia vai ao encontro dos primos. Pelo caminho, apanhámos as primeiras amoras.
 

1 comentário:

Paula Santos disse...

De vez em quando é bom ter os pais só para si eheheheh!
:)