sábado, 27 de novembro de 2010

Estive doente praticamente toda a semana. A visita da Shana e do meu afilhado lindão... e da tarte de maçã que veio com eles... foi um raio de sol. (thanks)

Cá por casa tem-se lido palavras como tulipa, pato, lupa, Tito, pote, peão, tio, etc. A aventura e desafio de aprender a ler instalou-se. Arranjei uma caixa com alguns ditongos e palavras. Fazemos um jogo. Tiramos um cartão e lemos o que nele está escrito.

Os móveis cá de casa são constantemente redecorados... pelo Marcos. Encontro carrinhos estacionados um pouco por todo o lado. Debaixo da minha almofada, na bancada da cozinha... pequenas mensagens que me fazem sorrir.

Esta foi uma ideia tirada deste blog. Gostei logo quando a vi, já há algum tempo, mas só agora a pus em prática. É simples. Apenas colocar algumas fotos dentro de frascos de vidro. Eu optei por fotos antigas.

A gata que pára sempre por aqui, à qual demos o nome de Lisa, já "faz parte".

E a semana terminou com o bando de teens mais louco e querido das redondezas. (Valeu, malta! Também vocês são um raio de sol. Sempre.)

e os dias passam...


E numa das manhãs desta semana, antes de ambos sairem para mais um dia de escola, dei comigo a pensar que a cada dia estes dois crescem mais um bocadinho e me surpreendem. Cada dia é uma aventura, uma descoberta e sempre regressam a casa com uma mão cheia de coisas para contar. É verdade. O tempo sabe mesmo voar.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

{lembranças doces}

E numa segunda semana não menos fácil... foi com um sorriso que revi as fotografias do nascimento do Marcos e o momento em que os manos o viram pela primeira vez na Maternidade. Lembro com se fosse hoje as suas expressões e a forma curiosa e carinhosa com que se aproximaram do mano bebé. Um daqueles momentos que guardo com muita força. O dia em que a vida deles também mudou e o amor foi novamente multiplicado. Fica aqui um cheirinho do vídeo que estou a preparar para o seu aniversário.
video

terça-feira, 23 de novembro de 2010

"you tell me
that it`s getting better
but every time that we say goodnight
I'm haunted by your eyes
and how long they've been crying

don't tell me
about a bad reaction
don't tell me that you plan to hide
reasoning aside

I'm moving on
I hope your coming with me
I hope your coming with me

anyone can answer their own questions
all you have to do is look inside [inside inside]
you know it inside
you know it will be alright [alright alright]
you know its alright

I'm moving on
I hope your coming with me
cause I'm not strong
without you

don't blame it on
your shadows..."

música aqui.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"...a wall of words,
A heart unheard,
That hides behind a mask...

I'm raining on the inside;
My heart wells up with tears that start to pour.
I'm raining on the inside,
But then Your cries of love break through
And i fall in love with You once more.

When friends who care can't be there
To ease away my pain,
And peace of mind it's hard to find,
Like sunlight in the rain.

God sees my heart,
The deepest part,
Inside this lonely me.
And reaching in,
His love begins to heal the heart in me..."

Ouvir a música aqui.

domingo, 21 de novembro de 2010

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

quando o ritmo abranda...

Com o Jojó doente desde domingo à noite e o Marquitos também não muito bem, as noites têm sido passadas de olhos abertos. Confesso que até eu, que gosto de ficar acordada até tarde e desfrutar do silêncio que só a noite me permite ter, estou a precisar de fechar os olhos. As palavras começam a sair trocadas e o pensamento tornou-se mais lento. As histórias têm tomado conta destes dias e os planos para esta semana foram adiados. Os filhos sempre me ensinam a abrandar o ritmo... ou talvez não...






Chegou esta semana o baú vintage que comprámos num leilão. Vai ser cheio das roupas, disfarces dos miúdos. Um baú da fantasia. Eles deliraram! "Parece um baú do tesouro!", disseram.

No domingo provei finalmente macarons. Andava a adiar a prova há uns tempos, esperando melhores ares, mas eles vieram até mim. Entretanto, espero poder deliciar-me com mais alguns no sábado. Uma pequena grande delícia!

E com a chegada do Natal, não me importava mesmo nada de passar por esta loja e de fazer uma pausa aqui.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

{uma noite na Luz}


Foi a primeira vez que o Sammy entrou num Estádio. Foi portanto uma noite importante. Os olhos atentos, o riso nervoso, as perguntas mais surpreendentes, as luzes, as canções. Voltou deslumbrado com tudo. A amiga Nessa acompanhou-nos na aventura que teve direito a jantar na Catedral. Há vinte anos que não íamos juntas à Luz!

[ao lado da águia Vitória]







[a festa após o golo do Nuno Gomes]
Para mais tarde recordar...

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

sábado, 13 de novembro de 2010

{El Shaddai}

E há momentos em que esta verdade parece fazer mais sentido. Há momentos em que bate mais fundo e gera uma gratidão tremenda. Mesmo que fiquemos sozinhos, o nosso poderoso Deus sempre permanecerá fiel e imutável. O mesmo.



El Shaddai, El Shaddai,
El-Elyon na Adonia,
Age to age You're still the same,
By the power of the name.
El Shaddai, El Shaddai,
Erkamka na Adonai,
I will praise and lift You high,
El Shaddai.

Through Your love and through the ram,
You saved the son of Abraham;
Through the power of your hand,
Turned the sea into dry land.
To the outcast on her knees,
You were the God who really sees,
And by Your might,
You set Your children free.

Through the years You've made it clear,
That the time of Christ was near,
Though the people couldn't see
What Messiah ought to be.
Though Your Word contained the plan,
They just could not understand
Your most awesome work was done
Through the frailty of Your Son.

El Shaddai, El Shaddai,
El-Elyon na Adonia,
Age to age You're still the same,
By the power of the name.
El Shaddai, El Shaddai,
Erkamka na Adonai,
I will praise You till i die,
El Shaddai.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

{um novo canto}

[moldura com postal e selos pintada pela Shana, postal antigo de Lisboa, foto dos meus avós maternos de 1944, telefonia da minha vovó Guida e moldura com a foto do meu avô que também lhe pertencia.]

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

um menino que gosta de desenhar...

Quando era mais pequeno pensei que talvez fosse uma fase. Parece-me agora que não. O Samuel gosta realmente de desenhar. Fá-lo quando está contente. Fá-lo quando está triste ou aborrecido. Nos últimos tempos as folhas tem sido preenchidas com dinossauros, ouriços, piratas, aves e outras criaturas mirabolantes. Concentrado, parece desligar do mundo no instante em que pega no lápis. Parte para longe e eu deixo-o ir. Sei que vai voltar.






Ah... e eu amo os seus desenhos!