quarta-feira, 30 de março de 2011

a descoberta continua...












Fugir das ruas povoadas e explorar um mundo logo ali ao nosso lado. A tarde de domingo foi assim. Nos próximos dias, poderão acompanhar um pouco da nossa descoberta.
 







explorando...

video

terça-feira, 29 de março de 2011

[os viciados]









fun, fun, fun!!!

desafios. possibilidades. tarefas. projectos. sonhos. sorrisos. lágrimas. abraços. caminhos. encruzilhadas. pessoas. histórias. conversas. perguntas. cores. pensamentos. dia. noite. saborear. sentir. observar. ajudar. brincar. trabalhar. seguir. ler. meditar. escrever. memorizar. contemplar. cheirar. avançar. recuar. plantar. acordar. amar. crescer.
tudo isto e muito mais... bem misturado numa nova semana.

[um sábado de alegria e gratidão]

Há datas marcantes que merecem ser lembradas e festejadas com irmãos e amigos. O centenário da igreja de Ponte de Sôr foi uma dessas ocasiões. Recordar alguns que literalmente esgotaram a sua vida e tempo ao serviço do Pai, cantar aqueles hinos e coros  antigos que não esquecemos, rever amigos que são como família para mim... agradecer Àquele que tudo concede. Tempo de alegrarmo-nos juntos! Não tirei muitas fotografias, na verdade tentei sugar ao máximo um amigo que não via há algum tempo. Sim, porque às vezes há coisas mais importantes do que tirar uma fotografia... até mesmo para mim. (5ª e 6ª foto tiradas pela sis. 7ª tirada pelo Isma]







segunda-feira, 28 de março de 2011

domingo, 27 de março de 2011

rever um amigo é festa na alma. é completar um espaço com uma alegria e naturalidade tão familiar.
na despedida perdemos umas notas da nossa música e um pouco de deserto é aberto...

sábado, 26 de março de 2011

sexta-feira, 25 de março de 2011

[ah... este cheiro!]

Há cheiros que me inspiram, como o cheiro a mar ou a terra molhada. Há outros que me deixam nostálgica. Nem vou começar a enumerá-los...
O cheiro deste livro é inconfundível. Leva-me de volta à minha infância e ao meu quarto nos dias de chuva. "Petit Tom et les produits de la nature", foi primeiramente do meu mano, uns bons anos mais tarde herdei-o eu. Esta semana peguei nele para contar a história aos meus filhos. Incrível como há cheiros e imagens que permenecem tão vivas em nós. Foi como se tivesse lido o livro no dia anterior. É reconfortante ver e sentir algo tão familiar. Os filhotes também o cheiraram e concordaram que o cheiro é especial. Será por ter viajado muito desde o Luxemburgo, onde morava o meu mano em pequeno? Será das muitas histórias que para além da que contém poderia contar? Está há mais de 40 anos na família. Vou mantê-lo por perto e abri-lo de vez em quando...

uma manhã na escola

Esta manhã fui à sala do Samuel ler um livro. Bem, na verdade foram três livros.
Ver muitas carinhas a ouvirem a história que era lida e mais uma vez ganhava vida roubou-me um sorriso largo. Observar a espectativa do acontecimento seguinte em pequenos olhares curiosos deliciou-me. Isso e ouvir uma certa menina ler-me uma história com aquele entusiasmo de quem já consegue dar voz às palavras  e todos aqueles sorrisos e perguntas que só as criaturas de palmo e meio sabem dar e fazer.
Foi uma hora bonita. [profª Rute, obrigada pela oportunidade].

[Bolly]



Este é o mais recente membro da família. Não vive cá em casa, com muita pena minha e dos miúdos, mas sim em casa dos meus sobrinhos. É um labrador de 3 meses, chama-se Bolly, é muito ternurento e faz as delícias da malta. Ora sê muito benvindo!



quinta-feira, 24 de março de 2011

[little sunbeams]

porque às vezes é preciso trazer à mente as coisas bonitas do nosso dia...

*ter pão fresco na mesa pela manhã, trazido pelo maridão.
*acordar com um beijinho do Jónatas [podia ter sido um bocadinho mais tarde, mas estou a concentrar-me nas partes boas].
*brincar às escondidas com o Marquitos.
*ter a melodia dos pássaros como companhia praticamente todo o dia.


*olhar as nuvens enquanto estendia a roupa.
*almoçar com a minha mom e o Marcos.
*ouvir as gargalhadas do Marcos enquanto brincava com a avó.
*fazer uma visita surpresa ao Sammy na escola e ser presenteada com um sorriso grande.
*fazer pão em casa e sentir o cheiro a pão quente que acalma a alma. dar o pão a uma pessoa querida.
*fazer bolo de limão e ter novamente um cheiro bom a espalhar-se pela casa.
*receber em casa um Jojó feliz por ter feito um queijo numa visita de estudo a uma quinta e ouvi-lo falar entusiasmado acerca dos animais que lá viu. partir ao meio o minúsculo queijo para dar ao amiguinho Francisco, nosso vizinho.
*a Papoila, a cadela simpática dos nossos vizinhos.
*assistir ao treino de futebol do Sammy e recordar com um sorriso o tempo em que também eu pisava o relvado de um campo de futebol.


*um jantar simples, na sala.
*as conversas entre o Sammy e o Jojó, depois da luz do quarto ser apagada. [daquelas que apetece gravar com muita força na memória].
*ter e olhar o Marquitos a adormecer nos meus braços.
*os abraços que recebi dos meus pimpolhos. fazem milagres.