sexta-feira, 28 de maio de 2010

{this moment 12}

uma foto, sem palavras. um momento especial e único que se pudesse parava no tempo.

porque o mar está a fazer-me falta...

quarta-feira, 26 de maio de 2010

{food for kids}

{sopa de legumes com salsichas}

para 4 pessoas

*corte as extremidades verdes escuras dos alhos franceses. depois, lave-os e corte-os em rodelas com cerca de 1 cm.

*lave as cenouras, descasque-as e corte-as em cubos. aqueça 1l de água e dissolva nele 2 cubos de caldo de carne.

*leve o caldo a lume forte. junte-lhes as rodelas de alho francês, as cenouras e 100g de massa cotovelo e mexa. passe para lume brando e deixe ficar durante 10 minutos.

*corte as salsichas às rodelas, deite-as na sopa, levante o lume e deixe-o forte, durante 5 minutos. adicione salsa picada e mexa.

{nuggets de peru}

para 4 pessoas

*prepare uma massa pastosa com 100g de farinha, 2 ovos, 100ml de água e 1 colher se sopa de vinagre de maçã, temperando ligeiramente com sal e pimenta.

*lave 300g de peito de peru, seque-o, prima-o com um rolo da massa e tempere com sal e pimenta. a seguir, corte pedaços com cerca de 4 cm, passe-os por farinha e sacuda-os um pouco.

*mergulhe os pedaços de peru na massa inicialmente preparada e frite-os em óleo quente até ficarem dourados.

{peace}


terça-feira, 25 de maio de 2010

segunda-feira, 24 de maio de 2010

{no nosso "jardim"}

Num dia da semana passada, uma das tarefas com os filhotes foi ir lá para fora observar. Parámos para ver caracóis, árvores, morangos a espreitar, hortelã, salsa, cidreira, menta, papoilas, malmequeres e outras flores, bichinhos da conta, formigas e outros bichos. Apanhámos flores silvestres e levámo-las para dentro de casa. Escavámos, regámos e olhámos as nuvens...







{criando...}


Gosto da espera. Aquela que aguarda enquanto algo fantástico e misterioso está a ser fabricado por pequenas mãos, cheias de imaginação e história.
Depois, nascem criaturas nunca antes vistas e pinturas que pedem para serem olhadas com o coração.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

{happy weekend}

que o seu fim-de-semana seja cheio de pequenos grandes momentos.

{this moment 11}

uma foto, sem palavras. um momento único que se pudesse punha em "pause" para saborear lentamente. um momento especial da semana que passou.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

{hope}

Esperança... palavra que pode carregar o mundo com ela. pode faltar e abundar na alma. marca a diferença na vida de quem a possuiu. mata quem não a tem. leva sorrisos. transforma sonhos em realidade e pensamentos em acções. visualiza o que ainda não existe, espera o que ainda não chegou. um suspiro, uma oração, um desejo lançado ao céu que voa veloz. motiva. encoraja. alegra. transforma. rasga o pensamento e fá-lo voar. vai buscar nas entranhas um desejo forte. quando firmada no Dador dela, ganha asas qual borboleta. traz tranquilidade e espectativa quanto ao futuro. seca lágrimas. pinta sorrisos.

video

quarta-feira, 19 de maio de 2010

{gelado de morango}

Fazer gelados em casa é algo que me dá um enorme prazer, talvez por ver o entusiasmo dos miúdos. Já não os fazia desde o Verão passado e nunca tinha experimentado fazer de morango. Todos sorriram ao provar e pediram para repetir a dose rapidamente. Aqui fica a receita, muito simples, saborosa e sem dúvida muito mais saudável do que os gelados de compra.

Lave 250g de morangos, limpe-os e reduza-os a puré juntamente com 30 a 35g de açúcar em pó e 1 colher de sumo de limão. Deite a mistura em forminhas próprias para gelado ou então em caixinhas de iogurte vazias e espete-lhes um pau de gelado. Deixe-os no congelador durante a noite. Uma variante é fazer com os próprios iogurtes. Tire-lhes a tampa, espete-lhes um pau de gelado e coloque no congelador. Um maneira bem refrescante de comer fruta!

terça-feira, 18 de maio de 2010

{Marcos live}

Segui o som e deparei-me com isto. Resolvi salvar o momento para a posteridade.

video

crescendo...

O Marcos já dorme na cama de gente grande há duas semanas e não estranhou absolutamente nada. Os manos fizeram a festa com ele. Sempre que algo muda, mostrando-me que eles estão a crescer, não consigo deixar de pensar o quão rápido o tempo passa e de sorrir ao ver que o meu pequenino está a ficar grande. Confesso que às vezes tenho saudades de o ter bebé, novamente aninhado em mim. Se bem que ele passa ainda muito tempo ao colo. Sempre gostou, desde de bebé, bem mais do que os manos e a verdade é que apesar das muitas dores nas costas, eu não me importei nem me importo, gosto muito. Cada dia sai-se com uma palavra nova e com mais uma ou outra frase. Delicioso!
Gosta de pintar, brincar com carrinhos (chega a ficar uma hora ao pé de mim, a brincar na mesa da cozinha com eles), jogar à bola, andar de biciclecta (de preferência na do mano), cantar, guiar no volante do carro, calçar qualquer sapato que não seja dele, e de andar com os bonés virados ao contrário e mochilas nas costas. Tem grande prazer em comer e em imitar os manos em tudo o que dizem e fazem. Se está na rua não perde um avião no céu. Gosta de olhar a lua, de balões e de bolas de sabão. Na tv gosta de ver o "Carteiro Paulo"e de cantar a música do genérico. Gosta muito de animais em geral, mas especialmente do seu companheiro Flippy, o nosso gato meloso. É muito guloso e começa a gostar muito de rabiscar e fazer desenhos. É meigo e gozão. Amoleço de ternura sempre que chega ao pé de mim com uma folha e caneta na mão e mostra-me, dizendo: "carro!" ou "mamã, papá, Pâmi, Gogó e Pípi". E o meu coração de mãe encontra-os no meio de muitos rabiscos e bolinhas.

Um dia de semana "normal" é considerado sempre muito especial quando fazemos um piquenique lá fora. Continuo a achar que as coisas mais simples são por norma as que os deixam mais contentes e os fazem sentirem-se especiais e cuidados.

{entre livros, algodão doce e cupcakes}

No sábado à tarde fomos à Feira do Livro com o Tiagão e a sis. Foi uma visita rápida, mas soube bem estar cercada de livros e perder-me um pouco com as personagens das editoras Kalandraka e Planeta Tangerina. Descobri este livro, pelo qual me apaixonei e este, que há tanto tempo andava a namorar, veio comigo para casa, presente da sis (thanks, again). Ainda na feira, o Tiagão trouxe-nos a boa nova. Havia uma barraca de cupcakes!!!! E lá caminhámos nós para uma montra cheia de cor, bastante tentadora. A massa do cupcake era muito boa, mas a cobertura de menta deixou muito a desejar... talvez por não saber a menta? Passeámos pela feira com 3 balões na mão. Quer dizer, mais ou menos, pois dois deles voaram num instante. Mas não fomos únicos a libertar balões. Volta e meia lá viamos um a voar no céu. O Marcos achou o fenómeno bastante curioso e passou o resto da tarde a olhar para cima.

Depois dos livros, balões, algodão doce e da prova dos cupcakes... vieram mais cupcakes. Desta vez na Tease, no Bairro Alto. E agora a situação inverteu-se, uma boa cobertura de queijo e uma massa (red velvet) um bocadinho seca, nada fofa. Mas o espaço era interessante, apesar de ser pequeno e estar apinhado de gente. De qualquer forma, nada como fazer e comer cupcakes em casa.


segunda-feira, 17 de maio de 2010

video

{caos geral}

Estado actual da nossa casa (assim muito por alto, para não assustar drasticamente os queridos leitores: cozinha totalmente desarrumada (imaginem o pior cenário e acrescentem mais qualquer coisa), pilha de roupa por estender, pilha de roupa seca por arrumar, mais outro monte dela por lavar e um ainda maior por passar a ferro. Sala em festa, mobília, mantas, almofadas e cartolinas formaram um forte, um castelo e um barco. Brinquedos vários espalhados por todas as divisões da casa. Casas de banho por limpar após os banhos dos três mini piratas. Lá fora o matagal cresce desalmadamente e há uma mesa e chão de pasta de modelar por limpar. Eu e o Timóteo olhamos um para o outro e rimos. Rimos muito. Só espero que não seja indicador do nosso estado mental. Pegamos na viola e num livro e vamos cantar e contar uma história aos filhotes.

{nada como um abraço de um mano}



{novo canto}

Arranjar um novo canto cá em casa é sempre sinónimo de entusiasmo e mil possibilidades. Na semana passada começámos algumas mudanças na sala que esperamos completar até ao reenício do próximo ano lectivo.
Sempre desejei ter uma mesa à janela, onde pudesse escrever olhando lá para fora. Bem, acabámos por comprar uma mesa pequena, para crianças, mas concerteza também vou poder sentar-me lá de vez em quando e divagar. Entretanto elas podem desenhar, brincar e voar olhando para o mundo lá fora. O que mais me cativa nos espaços cá em casa, é ver, em diferentes alturas do dia, várias coisas acontecerem no mesmo espaço e diferentes pessoas passarem por ele.

{manhã}



{tarde}