quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

recomeços


O ano de 2013 foi um marco. Um marco de mudanças grandes. Mudanças que foram dolorosas, mas sei o agora, necessárias e para nosso bem.
Durante este ano relembrei e experimentei que as provações são o melhor trampolim para melhor conhecer o Deus que tenho e testar e fortalecer a minha fé. No meio da forte tribulação e tristeza aprendi que há coisas que só na escuridão e até solidão, Deus nos ensina e mostra e que é possível ter real alegria quando as atravessamos. Porque há coisas que precisam fazer ligação directa com o nosso coração para nós as entendermos verdadeiramente. Cristo é realmente suficiente quando tudo e todos à nossa volta falham e o nevoeiro de adensa à nossa frente. Também é aí que a verdadeira esperança nasce e a presença reconfortante e fiel de Deus se manifesta de uma forma incrivelmente bela. Só nEle me devo firmar e em ninguém mais.
Também foi um tempo de perceber pessoas e de verificar que, enquanto há relacionamentos que podem ser frágeis ou ilusórios, há outros que se mantém, não importa qual a circunstância. Por esses amigos presentes, estou tremendamente agradecida.
Gratidão é decididamente palavra de ordem para o ano de 2013. A minha não cabe em palavras pela forma como Deus nos guiou, tirando do deserto e levando a um lugar de águas vivas. Como transformou o caos interior em ordem e voltou a dar energia aos fios quebrados. A redescoberta da Sua Palavra que satisfaz de forma perfeita e a direcção segura do Seu Espírito, em graça e misericórdia para com um coração aflito fazem o meu ser cantar. Receber respostas há muito pedidas e verificar que mesmo se Deus não me tivesse respondido continuaria a ser bom. Saber então que foi gracioso, mais uma vez, e que como sempre, a Sua voz se fez ouvir no tempo exacto.
As palavras para 2014 são esperança e expectativa pelo caminho que tenho à minha frente e segurança porque sei que este ano já foi por Ele escrito e não há  nada que apanhe o meu Deus desprevenido. Estou nas melhores mãos do mundo!
O meu desejo mais profundo é que o Senhor me ensine a amar mais a Sua Palavra a cada dia e me torne mais à Sua semelhança. Que Ele sempre esteja no centro dos meus dias! Importa primeiramente agradar a Deus.

Grande é o Seu amor para connosco e a fidelidade do Senhor dura para sempre. Louvai ao Senhor.
Salmo 117:2
 


6 comentários:

Anónimo disse...

obrigada pela partilha. Abraço. Ilda

Gi disse...

temos um Deus que nos ensina tanto e tanto e o melhor, é sempre, sempre no dia da angústia. :)

Um ano abençoado para a família toda!

Rute Carla disse...

Ilda e Gi, um beijinho grande. que a presença de Deus seja sempre bem viva em cada dia deste novo ano.

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

Amém!

Filipa disse...

Graças a Deus!

Avozinha disse...

Emanuel, Deus convosco!