terça-feira, 15 de janeiro de 2008

E aí está o Sammy novamente...

Descobriram há pouco tempo a "tara" do diabolo e o Sammy já vai fazendo umas tantas habilidades com o mesmo. Cada um deles tem o seu, mas volta e meia, o Jonatas teima em agarrar o do mano (acho que o que ele quer é ver o mano a correr atrás dele desalvurado!) Após uma das vezes em que o Jojó brincou com o do mano, o Sammy recuperou-o finalmente mas os fios estavam todos entrelaçados. Então ele comentou: "O mano tem muito jeito... para fazer nós!"

Uma das prendinhas do Sammy no seu aniversário foi 3 pequenos dragões. Um deles perdeu uma das patas no segundo dia de vida e um dia, observei-o a brincar com outro também já com uma só pata. "Agora anda à macaca!"- informou ele descontraidamente.

A madrinha deu-lhe pelos anos 2 peixinhos dentro de um aquário e o Sammy deu-lhes o nome de: "peixe" e "outro peixe". Bem, na semana passada o outro peixe morreu e antes que o tirasse do aquário o Sammy viu-o e exclamou: "O peixinho tá deitado!" A tia respondeu que ele estava a fazer óó.

Houve um dia na semana anterior que o Sammy estava particularmente teimoso e insistente. Pediu várias vezes para eu fazer bolo de canela para o lanche, mas como não tinha açucar amarelo, fiz bolo de iogurte recheado com doce de morango, o que nada lhe agradou, levando-o a amuar e dizer vezes sem conta "Eu queria de canela!" Passado algum tempito, enquanto o bolo estava no forno e já não me lembro exactamente porquê, eu desabafei: "Já não te posso ouvir!" E ele respondeu: "E eu já não posso comer bolo de canela!"

Ontem pela manhã, após o Marquitos acordar, o Sammy ficou no meu quarto a segurar-lhe a chucha, a qual ele por vezes não agarra muito bem sozinho e eu fui para a cozinha arrumar a mesa que estava cheia de papéis, tesouras, cola e afins do dia anterior, a fim de pôr a mesa para tomarmos o pequeno almoço. Ao fim de alguns minutos oiço:
"Mamã! Mamã!"- chamava ele.
"A mamã vai já!"- respondi.
"Mamã!"- tornou ele a chamar
"A mamã está só a acabar uma coisa."
"Mamã! Eu tenho de ir fazer cocó!" (pausa) Tenho que deixar o mano!"- gritou ele do quarto

O Jojó tentava ajudar-me a fazer a nossa cama enquanto o Sammy conversava com o Marcos. O Sammy fez a seguinte observação: "O mano tá a dar uma ajudinha... tá a dar uma ajudinha a desmanchar a cama!"

Ontem quando acordou, chegou ao nosso quarto e contou: "Eu fiz um sonho com um pássaro atrás de mim e deu-me nas costas..."

Um dia ao pequeno almoço, comendo uns flocos novos que eu havia comprado e que não estava a gostar lá muito disse: "Estes são um bocadinho bons..."

Um dia, também a ajudar o mano a manter a chucha na boca virou-se para mim e disse: "Tô a ser bonito?"

6 comentários:

Kella disse...

É bom guardar estes pequenos momentos e frases para recordarmos mais tarde!

Rute Carla disse...

Agora costumo andar com um mini bloco e um mimi lápis no bolso, para ecrever logo "as saídas" e não me esquecer.

Tiagão disse...

Sai ao pai no humor...menos seco, ainda assim.
Dá-lhe tempo...

zarah disse...

Ía comentar o mesmo que o menino de cima... eheheh
E é bom guardar, para mais tarde desencantar o bloco e ler-lhe as memórias de momentos fugazes :)
ti gostu muitu, piquinino!

Nessa disse...

O que me diverti a ler essas preciosidades!
Tenho de comprar um bloco e uma caneta...
Nessa

Rute Carla disse...

Boa!Depois trocamos...