sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

primeiros dias do ano.

Começar os primeiros dias do ano pachorrentamente com amigos que são família em casa, coisa boa é. Recuperar das noitadas de forma tranquila, como se tivéssemos todo o tempo do mundo para tal.  Cada vez mais aprecio um relógio que anda devagar. Não sei se dos afazeres, se da idade que avança, se por apreciar os momentos sem pressas cada vez melhor, mas percebo que me fazem cada vez mais falta. Que isto não seja desculpa para a preguiça. As fotos tiradas nestes dias não foram muitas e a qualidade das que temos é diminuta, mas o coração esteve cheio de alegria e bateu descontraidamente.










1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.