quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Parabéns, filhote grande!

Há cinco anos atrás a minha vida mudou. Não, não estou a tentar ser lamechas, apenas não tenho outra forma de o dizer. O nascimento do Sammy mudou-me. Não que já não tivesse sofrido mudanças anteriormente, mas poucas foram tão definitivas e grandes. O Samuel deu-me novos sonhos, responsabilidades, ambições, medos, emoções e sentimentos que jamais imaginara viver ou sentir. Trouxe até mim um mundo novo que não pára de me surpreender. Com ele aprendi e aprendo diariamente a amar com tudo o que tal sentimento implica. O meu filhote é um menino doce, sensível, sociável, divertido e aventureiro que irradia entusiasmo quando os avós, padrinhos, primos ou amigos vêm cá a casa. Adora brincar, ter companhia, piratas, desenhar e pintar, castelos, praia, fazer rir os manos, tirar fotografias, jogar à bola, fazer prendas e arranjar embrulhos originais, chá, apanhar e colecionar pedras e elementos da Natureza, fazer bolos, correr, saltar muros e tudo aquilo que seja possível subir ou trepar, andar de biciclecta, comer batatas fritas, manga, cenoura crua e beber leite frio, aprender e descobrir coisas novas, o ABS (Acampamento), ver filmes, dinossauros e tantas coisas mais. Quer muito andar de avião um dia e eu quero muito levá-lo... Love u!

7 comentários:

dina disse...

Parabéns Sammy! Que Deus te abençoe muito.
beijinhos

Kella disse...

Muitos parabens, amiguinho!


Ps. Bem, ja vi a quem sai o mano mais novo!!!

zarah disse...

Lindão da madrinha!!! És um sunbeam cheio de estílo!
Espero que o teu dia seja super divertido!

Estou para aqui a fazer uns bolinhos e já vou aí ter, está bem?
*******amo-te muito*******

Anónimo disse...

Parabens Sammy! Deus te abençoe sempre.
Prima Fernanda

Daniel M.S. disse...

Fiquei a conhecer o Sammy mais nas tuas palavras. Parabéns aos dois.Bençãos do nosso Deus.

by shana.. disse...

parabéns da tia shana. Completar 5 voltas ao sol é um marco! beijinhos grandes.

Anónimo disse...

Já que querem voar, poderiam vir ao Brasil, não é mesmo? iriam voar até enjoar.

Renata.